Desenvolvimento de líderes: 4 dicas para criar um programa eficiente

4 minutos para ler

Os programas de desenvolvimento de líderes chegam para atender às novas necessidades das empresas, que entenderam que a melhor maneira de alcançar bons resultados é com a participação de gestores capazes de inspirar e motivar as equipes.

Tal demanda aumenta com a chegada dos millennials ao mercado de trabalho, pois esses profissionais desprezam os conceitos de autoridade e hierarquia vertical. Como alinhar a corporação a essa nova realidade?

Neste post, trazemos 4 dicas para a criação de um programa eficiente de desenvolvimento de líderes. Confira!

O que é um programa de desenvolvimento de líderes?

O programa de desenvolvimento de líderes visa a construção ou o crescimento de competências fundamentais nos profissionais que vão assumir um cargo de gestão, promovendo mudanças positivas no comportamento dessas pessoas.

Qualidades como empatia, capacidade de ouvir, bom relacionamento interpessoal e solução de conflitos, apenas para citar algumas, são importantes para que um chefe consiga coordenar a equipe com foco nos melhores resultados.

É importante ressaltar que o conceito tradicional de liderança, com microgerenciamento de tarefas, está totalmente ultrapassado. O gestor atual deve ajudar a resolver problemas e saber como extrair o melhor de cada colaborador. 

Qual a importância dessa iniciativa?

O programa de desenvolvimento de líderes permite que as empresas apliquem estratégias avançadas para implementar mudanças comportamentais e até mesmo mudar as bases de sua cultura.

Com isso, a experiência do funcionário é favorecida e os participantes conseguem melhorar a sua relação com os colaboradores, favorecendo a formação de equipes mais coesas, engajadas e produtivas. A retenção também é melhorada, assim como o índice de satisfação dos empregados.

Como o RH pode ajudar na implantação desse programa?

O RH tem um papel importante em tudo que está ligado às condições de trabalho e processos produtivos. O desenvolvimento da liderança não seria exceção. Entenda como o departamento deve atuar com as dicas a seguir.

1. Faça um planejamento

A estrutura de sucessão de cargos deve seguir as necessidades da corporação, com suas metas e principais dificuldades. Para que traga resultados, é importante planejar o programa de desenvolvimento de líderes, considerando a estratégia adotada para o ano, a cultura organizacional e a estrutura das equipes.

2. Avalie os colaboradores

A realização de avaliações de competências com regularidade é essencial para monitorar o progresso individual e traçar planos de sucessão. Assim, quando houver a oportunidade, o RH já sabe quais colaboradores estão mais bem preparados e pode encaminhá-los para o programa de desenvolvimento de líderes, com grandes chances de sucesso.

3. Invista em educação corporativa

Para desenvolver os futuros líderes, é necessário investir em programas de treinamento que ajudem a capacitar esses profissionais, promovendo a sua evolução e a construção das competências necessárias para ocupar o cargo.

4. Incentive a mentoria

A mentoria, ou coaching, é uma maneira mais direta de acompanhar e construir os próximos líderes. Ela não substitui o programa de desenvolvimento, mas auxilia em uma orientação mais centrada na superação das dificuldades individuais, eliminando algumas crenças limitantes que possam atrapalhar o processo.

Com essas 4 dicas, a sua organização pode trabalhar no desenvolvimento de líderes para um planejamento de sucessão bem estruturado. Porém, se a necessidade é urgente, conte com a ajuda de uma empresa especializada em headhunting e recrutamento para encontrar o candidato ideal.

E você, gostou deste conteúdo? Aproveite para compartilhá-lo nas suas redes sociais!

Posts relacionados

Deixe uma resposta