O que é entrevista por competência e como se preparar?

6 minutos para ler

 As empresas buscam aprimorar os seus processos seletivos, a fim de identificar os talentos mais aderentes à sua cultura e capazes de oferecer melhores resultados. Dentre as diversas técnicas usadas para avaliação de candidatos a uma vaga, está a entrevista por competência. Mas, afinal, o que é isso e como o RH pode se preparar para aplicar esse filtro em suas seleções?

Neste post, vamos explicar melhor o processo e dar algumas dicas para que a sua empresa adote esse tipo de triagem, conseguindo contratações muito mais acertadas e que supram as necessidades da organização. Se você tem interesse em montar equipes mais estruturadas e eficientes, continue a ler este post!

O que é entrevista por competência?

Para entender o que é entrevista por competência, é necessário conhecer primeiro o significado de competência. O termo relaciona-se aos conhecimentos, habilidades e atitudes que compõem a personalidade de uma pessoa.

No decorrer da entrevista por competência, é feita uma avaliação desses aspectos, por meio de perguntas relacionadas às atividades do candidato. O entrevistador pede para que o profissional narre situações em que precisou trabalhar em equipe, ou enfrentar uma circunstância desafiadora, ou até mesmo apresentar uma solução criativa para um problema.

Assim, é possível analisar as competências presentes no entrevistado, percebendo as suas particularidades diante de situações mais complexas. Vale lembrar que a condução fica totalmente sob responsabilidade da equipe de seleção, afinal, ela é quem sabe quais são as competências necessárias para a empresa e a vaga em questão. Não existe certo e errado ― o que há são habilidades que atendem (ou não) às demandas daquele momento.

Como esse tipo de entrevista ajuda as empresas?

As entrevistas por competência se baseiam em experiências reais, vivências que o candidato realmente teve e possa trazer para ilustrar um pouco da sua postura e atitude diante de diversos problemas.

Trata-se de uma ferramenta eficiente para prever os comportamentos futuros do profissional. Por meio dela, é possível identificar certos padrões frente a conflitos em grupo ou de relacionamento com a liderança, permitindo que os selecionadores consigam avaliar se o candidato terá uma boa adaptação ao cargo e à cultura organizacional.

Esse tipo de entrevista costuma ter uma abordagem muito comportamental, e dá uma visão bem clara e objetiva do perfil do profissional. Isso auxilia na seleção de pessoas que realmente tenham a ver com os valores da empresa e que sejam capazes de ter uma reação positiva diante dos problemas.

Como o RH deve se preparar para realizar uma entrevista por competência?

A entrevista por competência difere um pouco da entrevista tradicional, justamente por ter essa abordagem mais comportamental. Por isso, é importante criar o ambiente adequado para que o candidato consiga falar sobre suas experiências, sem que a timidez ou o nervosismo o atrapalhem.

Isso garantirá uma avaliação mais justa, com o RH tendo todas as informações necessárias para que consiga, de fato, selecionar o profissional que tenha o perfil procurado pela empresa. Para ajudar nisso, apresentamos aqui algumas dicas.

Powered by Rock Convert

Conheça a realidade da empresa

O primeiro passo para uma entrevista comportamental que traga resultados é saber exatamente como é a cultura organizacional e quais são os valores indispensáveis nos candidatos. Essa definição servirá como ponto de partida para qualquer entrevista, afinal, o RH precisa saber o que está procurando antes de começar qualquer seleção.

Detalhe as competências

Sabendo exatamente o que a empresa procura, é hora de detalhar essas competências. Esse controle é importante para que haja um alinhamento quando o processo seletivo seja feito em equipe. Assim, os envolvidos conseguem trabalhar realmente em conjunto, em prol de um objetivo único, eliminando ruídos na comunicação. É recomendada a construção de uma persona, um “profissional ideal” que traga todas as competências que a empresa precisa. As avaliações podem então ser feitas tendo essa persona como base.

Dê abertura ao entrevistado

Intimidar o candidato fará com que ele não consiga responder às questões ou tente manipular as respostas, falando o que imagina que o entrevistador queira ouvir. Para fazer uma boa entrevista por competência, o recrutador deve criar um clima agradável e acolhedor, que deixe o profissional à vontade para mostrar quem ele realmente é.

Para isso, dê abertura ao candidato, converse de maneira descontraída, permita que ele mostre as suas verdadeiras ideias e atitudes diante das circunstâncias. Apenas assim é possível fazer uma avaliação de acordo com a realidade, coerente com a postura que o profissional adota normalmente.

Faça as perguntas certas

O recrutador precisa fazer as perguntas que realmente tragam situações vividas pelo candidato e que mostrem um pouco da sua personalidade e caráter. Algumas questões a serem abordadas são:

  • Como é o seu relacionamento com colegas de quem você não gosta?
  • Você já resolveu algum conflito no ambiente de trabalho?
  • Como lida com situações de estresse?
  • Você já cometeu algum erro no trabalho? Como lidou com a situação?
  • Alguma vez já esteve em uma situação de conflito com seu chefe? Como resolveu?

Essas perguntas ajudam a entender um pouco mais sobre a postura do profissional diante de problemas comuns em todas as empresas, proporcionando uma visão mais clara sobre o seu comportamento.

Quantifique as respostas

Para ter um parâmetro mais adequado de avaliação e não deixar essa análise tão subjetiva, é interessante adotar uma escala que permita a comparação entre as respostas. Você pode atribuir uma escala numérica, de acordo com as perguntas que planejou, sendo que 5 mais se aproxima da resposta desejada e 1 é corresponde ao mais distante.

Embora o comportamento seja algo difícil de se quantificar, adotar esse método facilitará a avaliação dos candidatos. Saber o que é uma entrevista por competência e como criar o cenário ideal para conduzi-la com propriedade é essencial para realizar seleções mais apuradas e contratações acertadas, capazes de realmente suprir as necessidades da empresa. Com estas dicas, você certamente terá ter condições de estruturar um processo seletivo muito mais eficaz.

Um headhunter pode ajudar muito nesse processo, já que conta com o know how necessário para selecionar os candidatos não só de acordo com os seus conhecimentos técnicos, mas levando também em consideração as suas competências emocionais.

Venha conhecer os serviços oferecidos pela Ventura Tec e saber como podemos ajudar você a encontrar os talentos ideais para a sua empresa! Acesse o nosso site!

Posts relacionados

Deixe uma resposta